Cacofonia e Obscenidade na Poesia Visual de E. M. de Melo e Castro

Cacofonia e Obscenidade na Poesia Visual de E. M. de Melo e Castro

Artigo de Rodrigo Conçole Lage sobre Camões e Melo e Castro. [Resumo. PDF]


Descriçao > Lage, R. C. . (2021). Cacofonia e Obscenidade na Poesia Visual de E. M. de Melo e Castro . E- Revista De Estudos Interculturais, (9, Vol. 2).

Palavras-chave > E. M. de Melo e Castro, Poesia Visual, Camões, Poesia obscena

Resumo > O objetivo deste artigo é estudar um poema visual do poeta português E. M. de Melo e Castro. Partimos do princípio de que ele inova o gênero, ao utilizar a cacofonia camoniana para a criação de um poema de caráter obsceno. Com essa finalidade, dividimos nosso trabalho em duas partes. Na primeira parte, faremos uma breve apresentação da poesia visual e veremos como ela se difundiu em Portugal. Na segunda, analisaremos o poema discutindo suas relações com a poesia de Camões e seu caráter obsceno.

Ligação externa (PDF de acesso aberto) > https://doi.org/10.34630/erei.v2i9.4207