Herberto Helder: electronicolírica faz-se contra a carne e o tempo

Revista do Centro de Estudos Portugueses

Artigo de Stélio Furlan sobre a tessitura combinatória em Herberto Helder. [Resumo. Abstract. Ligação]


Descrição > Furlan, S. (2014). Herberto Helder: electronicolírica fazse contra a carne e o tempo. Revista do Centro de Estudos Portugueses, 34(52), 39-54. doi:http://dx.doi.org/10.17851/2359-0076.34.52.39-54

Resumo > A justaposição dos excertos Electronicolírica e faz-se contra a carne e o tempo no título deste trabalho sugere um modus operandi caro à poética de Herberto Helder: a tessitura combinatória. Trata-se de um estudo sobre a poesia experimental herbertiana, que privilegia a investigação do ludismo combinatório de uma escritura não avessa à consistência estrutural, mote para a reflexão sobre instrumentos de criação e processos compositivos acionados pelo / no espaço cibernético.

Abstract > The juxtaposition of the excerpts “Electronicolírica” and “faz-se contra a carne e o tempo” on the title of this work suggest a modus operandi precious to the poetics of Herberto Helder: the combinatory texture. It is a study of the herbertian experimental poetry that privileges the investigation of a ludic combinatory of a writing not averse to a structural consistency, motto for reflection about instruments of creation and combinatory processes activated by/on the cybernetic space.