(Re)ler o passado / (re)escrever o futuro: Literatura digital e património imaterial

(Re)ler o passado / (re)escrever o futuro: Literatura digital e património imaterial

Artigo de Diogo Marques e Ana Gago acerca do potencial de (re)criação artística e literária da Ciberliteratura portuguesa. [Resumo. PDF]


Descrição > Marques, Diogo, e Ana Gago. 2020. «(Re)ler O Passado / (re)escrever O Futuro: Literatura Digital E património Imaterial». MATLIT: Materialidades Da Literatura 8 (1):87-103.

Palavras-chave > ciberliteratura, experimentalismo, literatura digital, património imaterial, narrativas populares

Resumo > Partindo da contextualização da Literatura Digital em Portugal, enquanto herdeira do Experimentalismo praticado pelo movimento PO.EX – isto é, uma literatura em mutação e assente numa tipologia de constrangimentos muito própria –, no presente artigo propomo-nos dar conta do potencial de (re)criação artística e literária da Ciberliteratura portuguesa, na (re)transmissão das narrativas populares de base oral entendidas como manifestações do património imaterial (literário) português. Através da exploração de processos combinatórios e gerativos de escrileitura, analisam-se exemplos de autores e obras de literatura digital enquadráveis numa estratégia de educação patrimonial participativa à luz da Convenção para a Salvaguarda do Património Cultural Imaterial.

Ligação externa (PDF de acesso aberto) > https://doi.org/10.14195/2182-8830_8-1_5