Liberdade e invenção: a poeprática de E. M. de Melo e Castro

Revista Colóquio/Letras, nº 207

Ensaio de Rui Torres e Inês Cardoso sobre o poeta e artista E. M. de Melo e Castro. [Resumo. pdf]


Dados > Título: Liberdade e invenção: a poeprática de E. M. de Melo e Castro | Autores: Torres, Rui; Cardoso, Inês | Palavras-chave: Poesia experimental; E. M. de Melo e Castro; Literatura portuguesa contemporânea | Data: Maio-2021 | Revista Colóquio/Letras, nº 207, p. 141-153 | Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian | ISSN 0010-1451 | http://coloquio.gulbenkian.pt/

Resumo > Poeta, artista e um dos mais ativos dinamizadores da Poesia Experimental Portuguesa, E. M. de Melo e Castro deixou-nos uma vasta obra na qual privilegiou o cruzamento de múltiplas linguagens, meios e materialidades. Movido pelo intento de promover uma constante experimentação e investigação, o poeta desenvolveu, simultaneamente, uma intensa atividade teórico-crítica, que se fez acompanhar de um persistente trabalho de organização e disseminação. Este ensaio procura pensar e integrar as diversas facetas do trabalho do autor, tomando como ponto de partida duas coordenadas que nortearam a sua prática poética, aqui entendida como uma poeprática: liberdade e invenção.

URL (pdf) > https://hdl.handle.net/10284/9899