O signo da invenção na poesia concreta e noutras poéticas experimentais: uma análise da poesia brasileira e portuguesa dos anos 1950-2000

O signo da invenção na poesia concreta e noutras poéticas experimentais: uma análise da poesia brasileira e portuguesa dos anos 1950-2000

Tese de doutoramento de Rogério Barbosa da Silva sobre poesia concreta e experimental [Resumos. PDF]


Dados > Autor: Rogério Barbosa da Silva | Título: O signo da invenção na poesia concreta e noutras poéticas experimentais: uma análise da poesia brasileira e portuguesa dos anos 1950-2000 | Local de publicação: Belo Horizonte, Faculdade de Letras da Universidade Federal de Minas Gerais | Data: 2005 | “Tese apresentada ao programa de Pós-Graduação do Curso de Letras da Universidade Federal de Minas Gerais, como requisito parcial à obtenção do título de Doutor em Literatura Comparada. Área de concentração: Estudos Literários – Literatura Comparada. Linha de Pesquisa: Poéticas da Modernidade. Orientador: Prof. Dr. Sérgio Alves Peixoto – UFMG”

Ligação > TeseDoutorado-rogeriobarbosa2005.pdf


RESUMO > Este trabalho tem, por objetivo, o estudo da poesia de invenção na literatura brasileira e portuguesa a partir da segunda metade do século XX. Invenção é um signo que indica a busca de alternativas criativas para a poesia realizada pela Poesia Concreta e por outras poéticas experimentais, como as do Neoconcreto, a do Poema-Processo, a de Praxis, a do grupo em torno da Revista Tendência, dentre aquelas correntes de maior destaque na proposição de uma nova poesia brasileira. Por outro lado, o conceito explica também o desejo que essas poéticas tinham de interferir na realidade social do país e de promoverem uma melhoria tanto estética quanto social, na medida em que formulavam um novo modo de pensar os problemas locais. Essa utopia foi manifestada, por exemplo, pelo programa da Poesia Concreta em sua proposta de, juntamente com a modernização do país conduzida por J.K, construir um movimento poético que atuasse tanto nacional quanto internacionalmente. Com isso, o concretismo demonstra a vontade de superação das condições materiais deficitárias do Brasil, visando à sua integração num plano universal. Esse desejo de integração internacional também alimentou a Poesia Experimental Portuguesa. O contato que os portugueses estabeleceram com as correntes européias do experimentalismo e com os brasileiros da Poesia Concreta foi importante para impulsionar o seu próprio movimento em Portugal. Por isso, a obra de autores como Ana Hatherly, Alberto Pimenta, E. M. de Melo e Castro, Fernando Aguiar guarda relações de proximidade com a dos brasileiros Haroldo e Augusto de Campos, Décio Pignatari, Affonso Ávila, Sebastião Nunes, Wlademir Dias Pino, Joaquim Branco, Arnaldo Antunes, entre outros abordados neste trabalho. Finalmente, esse trabalho propõe-se também estudar as contribuições dessas poéticas para a linguagem criativa, avaliando a permanência de traços do experimentalismo do período áureo das neovanguardas na obra recente de alguns desses autores. Com isso, procuramos demostrar que tais elementos podem ainda configurar uma força inventiva capaz de abrir novos caminhos no contexto contemporâneo, servindo, além disso, para que os poetas ligados a esse modalidade poética reflitam sobre sua trajetória criativa.


ABSTRACT > This work aims to study the poetry of invention of the Brazilian and Portuguese literatures, starting from the second half of the XX century. Invention is a sign that indicates the search for creative alternatives for the poetry accomplished by the Concrete Poetry and other experimental poetics, like the Neoconcreto, the Poema-Processo, the Praxis, the group around the Tendência Magazine, among the larger prominence trend in the proposition of a new Brazilian poetry. On the other hand, this concept marks the existent intention of those poetics and the political commitment of interfering in reality and in the local problems of the country, besides promoting an improvement both aesthetic and social, when they formulated a new way of thinking about the local problems. That utopia was manifested, for instance, in the program of the Concrete Poetry and the desire of, together with the modernization of the country proposed by J.K, building a poetry movement nationally and internationally. With that, the concretism demonstrates the energy to overcome the deficient material conditions in Brazil and aims its integration in universal plan. That desire of international integration was what also fed the Portuguese Experimental Poetry. The contact the Portuguese established with the European experimental trends of poetry and with the Brazilians of the Concrete Poetry was important to impel their own movement in Portugal. Therefore, works by authors such as Ana Hatherly, Alberto Pimenta, E. M. de Melo and Castro, Fernando Aguiar keeps relationships with the ones by the Brazilians Haroldo and Augusto of Campos, Décio Pignatari, Affonso Ávila, Sebastião Nunes, Wlademir Dias Pino, Joaquim Branco, Arnaldo Antunes, among others studied in this work. Finally, this work intends to study the contributions of those poetics for creative language, evaluating of the presence of experimental aspects from the golden age of avant-guardes in the some authors’ recent works. That way, we try to show that these elements can still configure an inventive force capable to open new ways in the contemporary context also serving as a way for the poets linked to that poetic modality can think about their creative path.