A.H.

Portfólio da Revista CCI-Cátedra Cascais Interartes

Artigo de João Madureira sobre Ana Hatherly publicado em Portfólio da Revista CCI-Cátedra Cascais Interartes. [Resumo. Ligação]


Descrição > A.H., por João Madureira, in: Revista CCI-Cátedra Cascais Interartes, nº 1, 2019, pp. 12-15.

Resumo > Conheci a Ana Hatherly em 2003, no contexto de uma encomenda da Culturgest, por ocasião dos seus dez anos de actividade. Foi-me encomendada por António Pinto Ribeiro uma peça para orquestra de câmara para integrar um concerto encenado. Cedo me apercebi que estava perante alguém que nos diversos campos da sua produção artística nos mostra o quão intrinsecamente ligadas estão as várias artes — uma artista multidimensional, que implica a música e a pintura na escrita de um poema, como implica a escrita e a fala num desenho, não nos deixando habitar um só destes campos, mas obrigando-nos a descobrir o espaço da sua relação. A segunda vez que compus sobre texto de Ana Hatherly foi por ocasião do concerto comemorativo dos 40 anos do Grupo de Música Contemporânea de Lisboa, em 2010. «Noite» para mezzo-soprano e 8 instrumentistas, foi escrito sobre o poema «Noite Canto-te Noite». A terceira vez que escrevi música a propósito de Ana Hatherly não foi já concretamente sobre textos dela, mas sim um ensaio de retrato, integrado num ciclo de estudos para piano intitulado «Estudos Literários – Retratos», em 2012. O legado de Ana Hatherly — fica a sua presença; fica uma aguda consciência do seu tempo, tanto em relação ao período barroco que estudou como académica, como em relação ao tempo mecânico e tecnológico que habitava.

Ligação > http://online.fliphtml5.com/kyoil/thvz/#p=12

Ver menu com ligações para os restantes conteúdos do Portfólio sobre Ana Hatherly neste Arquivo.