Ecos do Barroco na ciberpoesia contemporânea de Antero de Alda

Anais do Seminário de Pesquisa, Pós-Graduação, Ensino e Extensão do Câmpus Anápolis de CSEH (SEPE)

Artigo de vários autores com análise sincrônica da ciberpoesia do web-poeta português Antero de Alda e o estilo Barroco. [Resumo. Ligação]


In > Anais do Seminário de Pesquisa, Pós-Graduação, Ensino e Extensão do Câmpus Anápolis de CSEH (SEPE) (ISSN 2447-9357). v. 2 (2016). Autores: Bruna Messias de Oliveira, Hevellyn Cristine Rodrigues Ganzaroli, Késia Alves da Silva, Leonardo José Rodrigues, Nádia Vieira Simão, Pâmela Natiele Pereira Bispo, Viviane Ellen Araújo Pereira, Débora Cristina Santos e Silva.


Resumo > Visto que a sociedade atual está em uma era inteiramente digital e a população jovem é fruto de uma geração na qual o conhecimento cibercutural lhe é intrínseco. Por essa razão, é importante que o estudo da literatura seja feito de modo sincrônico e contextualizado. Dessa forma, o presente trabalho busca fazer uma análise sincrônica da ciberpoesia do web-poeta português Antero de Alda e o estilo Barroco, considerado como a primeira manifestação literária genuinamente brasileira. A partir da pesquisa bibliográfica, foi possível identificar que, por trás da poesia contemporânea e instantânea de Alda, existem grandes marcas do Barroco, tal como a presença do cultismo e do conceptismo, o hibridismos e os jogos de linguagem. A produção bibliográfica e visual de Alda se situa no contexto histórico e literário atual. Com isso, através do uso da arte e da literatura, ele denuncia e critica as mazelas presentes na sociedade. A partir da análise da obra de Alda, observa-se que o poeta critica a fragmentação da sociedade, que acarreta diretamente a individualização do homem perante o social. Assim, usando-se de antíteses, de sinestesia e raciocínio engenhoso, características da estética barroca, Alda chama a atenção para problemas atuais, como o individualismo e a alienação, e interage com o leitor ao fazer perguntas que o levam a pensar sobre as incertezas da vida. Dessa forma conclui-se que na poesia contemporânea de Antero de Alda, dotada de todas as características da ciberpoesia, existem notáveis ecos do Barroco do século XVII.

Palavras-chave > Cibercultura. Barroco. Ciberpoesia. Antero de Alda.

Ligação > https://www.anais.ueg.br/index.php/sepe/article/view/7350