A improvável poesia concreto-visual acontece: relato afetivo e reflexões desautorizadas

dossiê E. M. de Melo e Castro da Revista do Centro de Estudos Portugueses

Artigo de Antonio Simplício de Almeida Neto publicado no dossiê E. M. de Melo e Castro da Revista do Centro de Estudos Portugueses. [Resumo. Ligação]


Resumo: Esse artigo apresenta um relato autobiográfico no qual o autor procura recuperar seus primeiros contatos com a poesia visual-concreta-experimental ao longo dos anos 1980 em função de deslocamentos provocados por diferentes sujeitos presentes nas relações estabelecidas no meio universitário do curso de graduação em História. Escapando de uma perspectiva histórica teleológica e de supostos encadeamentos lógicos e objetivos de causa e efeito, entende sua trajetória lítero-poética como decorrente de improváveis intercorrências no campo social em que se inseria. Ressalta, por isso mesmo, a importância dos processos educativos básicos e acadêmicos na promoção dos deslocamentos criativos e poiéticos. Traz, finalmente, um poema-visual de sua autoria em que relaciona história, memória e o fazer poético.

Palavras-chave: poesia visual; poesia experimental; concretismo; autobiografia; memória.

Abstract:This article presents an autobiographical account in which the author seeks to recover his first contacts with visual-concrete-experimental poetry throughout the 1980s due to displacements caused by different subjects present in the relationships established in the undergraduate course in History. Avoiding a teleological historical perspective and supposed logical links and objectives of cause and effect, he understands his literary-poetic trajectory as a result of unlikely complications in the social field to which he belonged. It therefore emphasizes the importance of basic and academic educational processes in the promotion of creative and poietic dislocations. Finally, he brings a visual poem of his own in which he relates history, memory and poetic making.

Keywords: visual poetry; experimental poetry; concretism; autobiography; memory.

DOI: http://dx.doi.org/10.17851/2359-0076.40.63.33-40

Publicado na Revista do Centro de Estudos Portugueses, v. 46, n. 63 (2020) – Dossiê E. M. de Melo e Castro.

Ver tb índice desta revista neste arquivo.