Caminhos da Literatura no MATLIT LAB

Caminhos da Literatura no MATLIT LAB

Exposição dos alunos do Doutoramento em Materialidades da Literatura, Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra. [Catálogo. Ligações. Entradas individuais]


© Design de Patrícia Reina.


A Exposição enquadrada duplamente pela omnipresença do livro na sala do CLP e pela representação sinóptica do Doutoramento em Materialidades da Literatura, representa um laboratório em que, de modo sucessivo, se verte um único reagente sobre o objecto literário. Podemos dizer que esse reagente consiste na pergunta última e primeira o que é a literatura? Mas mais do que respostas apaziguadoras, o que daí resulta, esperamos, é um reforço dessa mesma pergunta a desdobrar-se noutras pela variedade de contribuições, materiais e autorias expostas. Apresentamos, enfim, uma exposição (e um estímulo) da multiplicidade e da materialidade da literatura: dimensão desde logo evidente pela diversidade medial deste catálogo de trabalhos impressos, digitais, em vídeo e rádio, performativos e plásticos.

Podemos ler, ao longo desses vários trabalhos, a ausência de palavras, apontamentos sobre a linguagem e leitura, releituras e diálogos com textos anteriores, processos de escrita e reescrita, hipotextos e hipertextos, assim como relações e reacções a acontecimentos sociais. Estão disponíveis, para experiência e consulta, poemas-livros, poemas combinatórios, video-poemas, video-performances, livros-objectos, contos em linha, experiências radiofónicas, antologias combinatórias, aplicativos lúdico-literários, performances verbais e intermediais, literatura que vai para fora da página, objectos híbridos, obras difíceis de encaixar em qualquer tipologia e até anti-obras.

No fundo, a multiplicidade de possibilidades aqui visível reflecte tanto o carácter colaborativo da exposição, quanto a dificuldade de uma resposta única e taxativa à supra-referida pergunta-reagente. Tudo como se, no entanto, uma complexa leitura do mundo multimediático em que vivemos encontrasse o seu equivalente nas plurais formas em que entendemos e lemos a literatura.


A equipa curatorial > Francisco Silveira, Nuno Meireles, Patrícia Reina, Pedro Sá Valentim e Thales Estefani.

Participantes > Ana Albuquerque, Ana Marques, Ana Sabino, Bruno Ministro, Ernest Bowes, Júlia Zuza, Liliana Vasques, Manuel Portela, Nuno Meireles, Nuno Miguel Neves, Patrícia Reina, Pedro Sá Valentim, Rui Silva, Samuel Teixeira, Tiago Santos, Tiago Schwäbl, wr3ad1ng d1g1t5 (Diogo Marques, Micael Martins, João Santa Cruz).

Design > Patrícia Reina

Voluntárias > Gisele Noll, Marie Claire De Mattia

Agradecimentos > Ao poeta Augusto de Campos. À Reitoria da Universidade de Coimbra.


V(l)er tb >


[Agradecemos ao programa MatLit, ao seu coordenador Manuel Portela, e a todos os participantes nesta exposição a autorização que permitiu disponibilizar esta documentação no Arquivo Digital da PO.EX]