às vezes julgo-me na iminência de ver o horror: pensar a Europa em os 3 farros. descida aos infermos. de António Aragão e Alberto Pimenta

às vezes julgo-me na iminência de ver o horror: pensar a Europa em os 3 farros. descida aos infermos. de António Aragão e Alberto Pimenta

Artigo de Inês Cardoso sobre a correspondência entre António Aragão e Alberto Pimenta. [Resumo. Ligação]


In: Cadernos de Literatura Comparada – Revista do Instituto de Literatura Comparada Margarida Losa, n. 38 (2018): Espaços Literários e Territórios Críticos, Orgs.: Ana Paula Coutinho, Gonçalo Vilas-Boas, José Domingues de Almeida, Maria Luísa Malato, Teresa Martins de Oliveira. ISSN 2183-2242. pp. 429-438. https://dx.doi.org/10.21747/21832242/litcomp38v7

Resumo: Este ensaio propõe-se a refletir sobre o questionamento das ideias de Europa na correspondência presente em os 3 farros. descida aos infermos. (1984), de António Aragão e Alberto Pimenta. Dotadas de um humor cáustico, estas cartas redigidas entre 1982 e 1983 espelham não apenas uma visão desencantada da sociedade portuguesa da época, como descortinam a ansiedade provocada pela intervenção do FMI e por uma possível adesão do país à CEE. Assim, de pendor reflexivo e ensaístico, este projeto coletivo apresenta-se como uma crítica irreverente que, ao espelhar um país pautado pela incerteza, antecipa preocupações futuras e, na realidade, inquietantemente atuais. Palavras-chave: António Aragão; Alberto Pimenta; correspondência; Europa.


Abstract: This essay aims to reflect on the questioning of the ideas of Europe in the correspondences present in os 3 farros. descida aos infermos. (1984) , by António Aragão and Alberto Pimenta. Provided with a caustic humor, these letters written between 1982 and 1983 express not only a disenchanted vision of the Portuguese society at the time, but also reveal the anxiety caused by the intervention of the IMF and the possibile admition of the country to the EEC. Thus, of reflective and essayistic character, this collective project presents itself as an irreverent criticism that, when mirroring a country marked by uncertainty, anticipates future and worryingly current concerns. Keywords: António Aragão; Alberto Pimenta; correspondence; Europe.


Ligação [pdf] > http://ilc-cadernos.com/index.php/cadernos/article/view/496/543