Coleção de Eletrografia e Copy Art

Bruno Ministro, Coleção de Eletrografia e Copy Art

Texto de Bruno Ministro com apresentação e contextualização da Coleção de Eletrografia e Copy Art disponível neste Arquivo. [Texto. Ligação]


Esta coleção digital reúne um conjunto de obras que fazem uso das potencialidades expressivas da fotocopiadora. Apresentando-se enquanto módulo integrado na taxonomia e sistema organizativo do Arquivo Digital da PO.EX, o principal objetivo da Coleção de Eletrografia e Copy Art (CECA) é permitir a reunificação virtual de um conjunto de documentos dispersos através da criação de um entorno crítico que proporcione o registo, disseminação e interpretação do objeto eletrográfico português na sua relação com o experimentalismo poético desenvolvido em Portugal. A CECA não procura, contudo, reunir a totalidade da produção de obras de eletrografia e copy art portuguesas, dado que a dispersão é, ela mesma, um elemento constitutivo desta forma artística. Neste contexto é, por isso, mais relevante refletir sobre o seu caráter de dissipação, efemeridade e “não-registo” do que procurar condensá-lo na íntegra num recurso que, dada a natureza do objeto, seria sempre impossível de alcançar.

Numa primeira fase, a CECA tratou de agrupar trabalhos já incluídos no Arquivo através da adição de tag específica no seu sistema de organização. Numa segunda fase, a coleção foi alargada a novas obras que resultaram da recolha, digitalização e tratamento levados a cabo no decurso de um extenso processo de investigação. Por digitalização entenda-se a criação de representações de obras em formato digital, quer aqueles artefactos cujo suporte planográfico permite uma digitalização simples (livros, brochuras, folhetos, folhas dispersas, etc.), quer aqueles de natureza tridimensional que, ao lançarem desafios sobre a sua remediação para o meio digital, obrigaram a que se procurassem soluções alternativas de representação. São disso exemplo as obras cujo caráter objetual apenas pode ser reproduzido com recurso à fotografia ou aquelas obras que, convocando uma dimensão experiencial e processual, surgem associadas a registos vídeo ou recursos digitais (html, javascript, etc).

Estas obras relacionam-se, por vezes, com outros géneros como a Arte Postal, Poesia Visual, Poesia Espacial, entre outros que foram associados como tag a algumas das obras. No caso da Arte Postal, apenas foram associadas a essa categoria as obras que fazem um uso particularmente expressivo da vertente de comunicação por correio. Assim, por exemplo, não se consideram aqui obras que tenham simplesmente circulado através da rede postal (ex. uma brochura enviada de um artista para outro) mas sim obras cujos próprios aspetos constitutivos estabeleçam uma ligação reflexiva com o próprio caráter de circulação geográfica, comunicação à distância ou colaboração proporcionada pela rede.

Ligação > https://po-ex.net/tag/electrografia-e-copy-art/