Ana Hatherly e o Barroco. Num Jardim Feito de Tinta

Ana Hatherly e o Barroco. Num Jardim Feito de Tinta

Texto de apresentação de exposição de Ana Hatherly, por Paulo Pires do Vale. [Ligação. Imagens]


No contexto da exposição “Ana Hatherly e o Barroco. Num Jardim Feito de Tinta” de Ana Hatherly (13-10-2017 a 15-01-2018 na Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa), o curador Paulo Pires do Vale escreve sobre: A tradição como inovação; Labirinto: dobras sobre dobras; Tempo: o Jogo e a Morte; Alegoria: a folia da interpretação; Metamorfose: o diálogo oblíquo entre poesia e pintura.

URL (externo) > https://gulbenkian.pt/museu/ana-hatherly-barroco-num-jardim-feito-tinta/ (inclui várias imagens de obras de Ana Hatherly na Coleção do Centro de Arte Moderna da Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa)