Transdução: Processos de Transferência na Literatura e Arte Digitais

Álvaro Seiça, Transdução: Processos de Transferência na Literatura e Arte Digitais

Dissertação de Mestrado de Álvaro Seiça sobre transdução na literatura e arte digitais. [Ligação]


Seiça, Álvaro. 2011. “Transdução: Processos de Transferência na Literatura e Arte Digitais”, Dissertação de Mestrado em Criações Literárias Contemporâneas, Especialização: Literatura Norte-Americana Contemporânea, Universidade de Évora.


RESUMO > A literatura electrónica e a arte digital partilham vários processos, temas, linhas criativas e referentes teóricos. Neste sentido, chegou-se a um enquadramento teórico que pudesse resistir a uma análise hiperdisciplinar e englobar uma das características desta partilha: os processos de transferência e transformação. Para reconhecer estes processos recorreu-se ao conceito de transdução para efectuar uma migração teórica capaz de suportar essas valências: a função transdutora. Deste modo, a função transdutora surge na crítica das obras de Mark Z. Danielewski, Stuart Moulthrop, R. Luke DuBois e André Sier. As obras seleccionadas são representativas dos seguintes géneros: romance, hiperficção, net.art e instalação digital, extraindo fenómenos e preocupações resultantes da produção criativa no âmbito da cultura digital. Nesta investigação foram realçados mecanismos, padrões, linguagens e motivos comuns: autoria, utilizador, cibertexto, superfície, hipertexto, infoduto, interactividade, pixel, algoritmo, código, programação, rede, software e dados;

ABSTRACT > Electronic Literature and Digital Art share many processes, themes, creative and theoretical guidelines. In this sense, I developed a critical framework that could resist to a hyperdisciplinary analysis and include one of the characteristics of this sharing pattern: the transfer and transformation processes. In order to recognize these processes I have done an approach of the transduction concept that could perform a theoretical migration on these aspects: the transducer function. Thus, the transducer function appears in the critical analysis of the works by Mark Z. Danielewski, Stuart Moulthrop, R. Luke DuBois and André Sier. The selected works are representative of the following genres: novel, hyperfiction, net.art and digital installation, drawing on phenomena and concerns resulting from the creative production within the digital culture. In this research I have enhanced mechanisms, patterns, languages and common grounds: authorship, user, cybertext, surface, hypertext, infoduct, interactivity, pixel, algorithm, code, programming, network, software and data.


Ligação externa > http://dspace.uevora.pt/rdpc/handle/10174/15073/