a metódica verbalidade [Performance]

a metódica verbalidade [Performance]

Performance de Gilberto Gouveia no 1º Festival Internacional de Poesia Viva, Museu Municipal Dr. Santos Rocha, Figueira da Foz, Abril de 1987. [Vídeo externo]


Vídeo publicado no YouTube em 21 de Dezembro de 2012 por Luis Tranquada. Registo: António Dantas. Edição: Luis Tranquada. Duração: 20’29”.


Texto de Fernado Aguiar também publicado por Luis Tranquada no YouTube:

“O que sempre me chamou a atenção nas intervenções do Gilberto Gouveia foi a sua capacidade de ironia, o sarcasmo dos poemas e o modo ritmadamente pausado como os dizia, deixando de lado os trejeitos declamatórios para infiltrar os versos no ouvido de quem o ouvia, de uma maneira discreta e, simultaneamente, mordaz. Na performance poética que apresentou na Figueira da Foz, durante o 1º Festival Internacional de Poesia Viva, em 1987, a sua ação foi marcada pelo “dramatismo”com que encenou a leitura, vestido de negro, numa sala ás escuras, tendo nas mãos uma espécie de guitarra luminosa que se desligava e voltava a ligar vezes sem conta, sublinhando o “acompanhamento sonoro-visual”, com que lançava os seus textos poéticos-experimentais, mais experimentias na conceptualidade, mas mais poéticos na metódica e acetinada verbalidade, com que sub-repticiamente ia lançando a sua mordacidade para o ar. Palavras saídas da sua voz cadenciada (por vezes cantada), que ecoavam irrequietas, sublinhadas pelo som das pancadas secas saidas das tábuas que atara às botas. Poemas mordazes, descomplexados, atentos às situações e às idiossincrasias do quotidiano.”