Álea e vazio [Retextualizações]

E. M. de Melo e Castro, Álea e vazio [Retextualizações]

Textos de E. M. de Melo e Castro originalmente publicados em Álea e Vazio (1971) e retextualizados por Rui Torres em XML, usando o Poemário.js, programado por Nuno F. Ferreira em Javascript. [Imagens. Scripts]


Modo de Agir >


Modo de Agir [Retextualização] >


Tudo pode ser dito num poema >


Tudo pode ser dito num poema [Retextualização] >


Um pouco como um oco >


Um pouco como um oco [Retextualização] >


Série nula >


Série nula [Retextualização] >


Tu que serves és servido comes >


Tu que serves és servido comes [Retextualização] >


Verdade prática >


Verdade prática [Retextualização] >


[Agradecemos a E. M. de Melo e Castro a inspiração, motivação e apoio.]