Ciclo Voz e Auralidade nas Artes Performativas [TAGV, Coimbra, 7 a 10-02-2024]

Ciclo Voz e Auralidade nas Artes Performativas

Mostra de manifestações artísticas com curadoria de Tiago Schwäbl e Fernando Matos Oliveira, no Teatro Académico de Gil Vicente. [Sinopse. Programa]


voz à boca de cena, voz de cena à boca e cena de voz à boca

Sinopse >

O ciclo Voz e Auralidade nas Artes Performativas constitui uma mostra de manifestações artísticas onde se exprime a diversidade do suporte da linguagem no âmbito do que se tem vindo a designar como teatro expandido, explorando gestos vocais alterados pela exigência de uma escuta que antecede o falar. Este exercício traz a jogo as variantes da voz em cena, numa dinâmica combinatória que compreende as suas diversas extensões: voz à boca de cena, voz de cena à boca e cena de voz à boca, consoante o foco das propostas artísticas. Tais mutações definem a razão de ser deste ciclo que, antevendo a multiplicidade destas práticas, se apresenta sob a forma de espetáculos, instalações, passeio sonoro, debate e edição.

Na oficina berro em cena, João Barros da Silva desencaminha-nos por cantos que não chegam a canto; no espetáculo de dança Trolaró, de Ana Rita Teodoro e João dos Santos Martins, os sons traçam o limbo do controlo e descontrolo; na performance Tutuguri, de Flora Détraz, ensaiam-se ventriloquismos; e no pseudo-concerto de Alexandre Pieroni Calado e João Ferro Martins verte-se um cabaret ao despique. Paralelamente, os caminhos da audição desdobram-se num passeio sonoro e em duas instalações de Tiago Schwäbl e Nuno Miguel Neves que partem para a encenação da escuta. Um debate-performance sobre tudo isto — com Paula Caspão, Sara Belo, Pieroni Calado e Fernando Matos Oliveira — pontuará uma semana de Voz e Auralidade.

Curadoria: Tiago Schwäbl e Fernando Matos Oliveira
Produção: Teatro Académico de Gil Vicente
Parcerias: LIPA — Laboratório de Investigação e Práticas Artísticas, Centro de Literatura Portuguesa
Imagem: Gabriela Valente
Locais: TAGV, Colégio das Artes UC e percurso pedestre por Coimbra

Fonte: http://www.voxmedia.uc.pt/index.php/2024/01/31/ciclo-voz-e-auralidade-nas-artes-performativas/

Ciclo Voz e Auralidade nas Artes Performativas


Programa >

7 a 10 de fevereiro Instalação Sonora / Tiago Schwäbl e Nuno Miguel Neves

7 fevereiro Oficina Berro em Cena / João Barros da Silva

8 e 10 fevereiro Passeio Sonoro / Tiago Schwäbl

8 fevereiro Trolaró (dança) / Ana Rita Teodoro e João dos Santos Martins

9 de fevereiro Mesa Redonda / Paula Caspão, Sara Belo, Alexandre Pieroni Calado, Tiago Schwäbl e Fernando Matos Oliveira

9 de fevereiro Gesächt + Tutuguri (performance) / Flora Détraz

10 de fevereiro Lebre (música) / Alexandre Pieroni Calado e João Ferro Martins

Fonte: https://tagv.pt/agenda/ciclo-voz-e-auralidade/