Apresentação de “a eternidade dura uma hora”, livro d’horas de Diogo Marques, Ana Gago e Ana Sabino [Casa das Artes, Cacilhas, 22-09-2019]

Livro d’horas em mostra de edições alternativas.


54 anos após as Conferências de Genebra de 1965, dedicadas ao tema “O Robot, o Animal e o Homem”, o eco primordial de Calliope, “a eternidade dura uma hora”, volta a ser programado. Ou, pelo menos, parte deste. Desta feita, sobre si mesmo, tomando a forma de um livro d’horas, contendo 120 orações distribuídas ao longo de 60 páginas. Partindo do relato que Pedro Barbosa (“Literatura Cibernética”; “A Ciberliteratura”) e, através deste, Fernando Namora (“Diálogo em Setembro”) fazem das famosas conferências, Diogo Marques e Ana Gago, (colectivo wr3ad1ng d1g1t5), em colaboração com Ana Sabino, apresentam uma edição alternativa que é também uma homenagem. Porque, sem eles, eternos precursores que tanto nos inspiram, a combinatória seria outra.

Dia 22 de setembro, pelas 17:00, na livraria Meia Volta de Úrano – Casa das Artes, em Cacilhas. Evento integrado na mostra de fanzines e edições alternativas, organizada por António Vitorino (Debaixo do Bulcão poezine) e Luís Meireles.

Ligação para o evento da mostra > https://www.facebook.com/events/660964287749487/