Colóquio: Salette Tavares, «vocação de ser itinerante» [Em linha, 21 e 22 julho 2022]

O ano de 2022 assinala o centenário do nascimento de Salette Tavares (1922-1994). Uma oportunidade para organizar atividades que envolvem o estudo e investigação da obra da autora. [Chamada de Trabalhos. Temas e Citações]


«ó Ó Oh!

Ó cricri ti cus

óó óó-óó cricri cricri ti cus.»


«O que te aconselho é grave, sério e exige de ti uma grande precaução.»


Salette Tavares

«vocação de ser itinerante»

Colóquio em linha, via Zoom

21 e 22 julho 2022


A Universidade Fernando Pessoa associa-se ao programa

Reencontrar Salette Tavares. Cem Anos Agora: Educar, Brincar, Comunicar

com a organização de um Colóquio para

discutir as múltiplas intersecções e diálogos

que a obra desta autora ainda sinaliza e aciona.

Estamos abertos a propostas de comunicação que incluam

um resumo de aproximadamente 300 palavras,

com título, nome, palavras-chave e biografia,

a enviar para coloquiosalettetavares2022@gmail.com

até ao dia 28 de fevereiro de 2022

tendo em consideração a


relação da obra de Salette Tavares com

estes temas | eixos possíveis:

«poeta que mente o que se sente»

intertextualidade e culturmorfologia | tradição e vanguarda

«os objectos comunicam»

variedade medial e diversidade material | visualismo e espacialização

«O som redige o poema da realidade

a realidade essa

é o poético peso do som»

som e música | linguagem e auratura

«brincar muito a sério (…) um Carnaval complexo»

ludicidade e criatividade | jogo e invenção

«para poder disfrutar, alimentar-se e comunicar,

através de todos os tempos e com todos os mundos»

diálogo e co-criação | colaboração e participação

«a integração da reflexão na criação»

metalinguagem e autoreflexividade | poeprática e poelítica

«precisamos de quem ajuste aos objectos de comunicação

essa participação activa e criadora»

performance e happening | ação e intervenção

«que renove, que invente,

que exercite constantemente os seus gestos de recriação»

crítica e divulgação | estética e comunicação

«exigir o esforço de comparticipação activa, de iniciação»

educação e pedagogia | interação e humanização

«a percepção funciona como forma,

a linguagem diz e diz-se como forma de estruturas de linguagem»

património e arquitetura | pintura e escultura

«a criação artística processa-se de maneira progressiva

contra o institucionalizado»

marginalização e resistência | liberdade e ousadia

«por analogia com os tratamentos exigidos

pelos canais tecnológicos da comunicação»

releituras e interpretações | codificações e digitalizações


«muitas desculpas pelo desalinho das linhas»


Publicação de Atas do Colóquio na Revista 2i (https://revistas.uminho.pt/index.php/2i/about) em Dezembro de 2023.


Sugestões de leitura


Comissão Organizadora

  • Rui Torres | Faculdade de Ciências Humanas e Sociais, Universidade Fernando Pessoa
  • Bruno Ministro | Instituto de Literatura Comparada Margarida Losa, Universidade do Porto
  • Inês Cardoso | Instituto de Literatura Comparada Margarida Losa, Universidade do Porto

Comissão Científica

  • Catherine Dumas | Université Sorbonne-Nouvelle Paris 3
  • Diogo Marques | Instituto de Estudos de Literatura e Tradição, Universidade Nova de Lisboa
  • Eduardo Paz Barroso | Faculdade de Ciências Humanas e Sociais, Universidade Fernando Pessoa
  • Eunice Ribeiro | Escola de Letras, Artes e Ciências Humanas, Universidade do Minho
  • Jorge dos Reis | Faculdade de Belas Artes, Universidade de Lisboa
  • Manuel Portela | Faculdade de Letras, Universidade de Coimbra
  • Margarida Brito Alves | Faculdade de Ciências Humanas e Sociais, Universidade Nova de Lisboa
  • Patrícia Rosas | Fundação Calouste Gulbenkian / Centro de Arte Moderna
  • Pedro Eiras | Faculdade de Letras, Universidade do Porto
  • Rogério Barbosa da Silva | Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais – CEFET-MG
  • Rosa Maria Martelo | Faculdade de Letras, Universidade do Porto
  • Sandra Guerreiro Dias | Instituto Politécnico de Beja; Centro de Literatura Portuguesa, Universidade de Coimbra
  • Sara Lacerda Campino | Instituto de Estudos de Literatura e Tradição, Universidade Nova de Lisboa

Versão PDF desta “Chamada…” disponível em

https://po-ex.net/divulgacao/ST2022.pdf