Quantum

Feliciano de Mira, Quantum

Exposição de Feliciano de Mira na Biblioteca Pública de Évora. [Sinopse. Cartaz. Fotografias]


Sinopse >

Quantum é uma exposição de poesia expandida, poesia de in(ter)venção e assemblage, assente na aplicação de uma ecologia dos processos criativos, que expressa uma inquietação metafísica: onde nasce o impulso que se transforma em comunicação, através da linguagem poética dos sinais (palavra e imagem) ? Se em Física 1 quantum corresponde ao mínimo de qualquer grandeza, a invenção é a partícula mínima (elementar) de energia e matéria capaz de estruturar (entender e descrever), a natureza da ação criativa. Então o campo do rigor e precisão está associado à intuição, à criatividade e à liberdade de criação.

A partir da ideia de que as escritas experimentais são tão precisas quantum, apresentam-se trabalhos de poesia visual e assemblage em diversos suportes, que abordam temáticas da atualidade contemporânea. A linguagem destas escritas seguiu processos aplicados de acordo com certos métodos adquiridos por inventiva, persistindo em questionar uma sociedade carregada de inutilidades e desigualdades sociais gritantes, dando visibilidade às falas do inconformismo.

Inauguração: 24 setembro 2022 | Horário: segunda a sexta 9h30 – 18h; sábado 10h – 13h / 14h – 18h | Endereço: Largo do Conde de Vila Flor 4, 7000-863 Évora | Exposição patente até 22 de outubro de 2022.


Cartaz >


Seleção de obras expostas >

[Fotografias cortesia de Feliciano de Mira]