A poesia hatherlyana: desejo e representação

A poesia hatherlyana: desejo e representação

Artigo de Rodrigo da Costa Araújo sobre Ana Hatherly. [Resumo. Ligação]


Dados: Título: A poesia hatherlyana: desejo e representação | Autor: Rodrigo da Costa Araújo | In: Revista Mosaicum, 35 | ISBN 1808-589X — eISBN 1980-4180 | URI: https://www.researchgate.net/publication/361828755_A_poesia_hatherlyana_desejo_e_representacao

Resumo: O caráter proteiforme da obra de Ana Hatherly (1929-2015) pode a princípio desconcertar; seu volume, provocar um misto de perplexidade e admiração; é uma obra continuamente interrogativa. Constelar, semelhante sua poesia, esta leitura acompanha esses prismas que conduzem a descobrir formas não convencionais, a desconstruir as certezas do saber para se aproximar da poesia e da visualidade. O recorte busca, pelos diversos prismas, a (re)invenção da leitura e da poesia, as escritas ilegíveis as cintilações da linguagem e a celebração da escrita.

Palavras-chave: visualidade – escrita – poesia portuguesa – desejo – Ana Hatherly

Abstract: The protean character of Ana Hatherly’s work (1929-2015) may at first be disconcerting; its volume, provoke a mixture of perplexity and admiration; it is a continually interrogative work. Constelar, similar to his poetry, this reading follows these prisms that lead to discover unconventional forms, to deconstruct the certainties of knowledge in order to approach poetry and visuality. The clipping seeks, through various prisms, the (re)invention of reading and poetry, illegible writings, the scintillations of language and the celebration of writing.

Keywords: visuality – writing – Portuguese poetry – desire – Ana Hatherly