In > Revista da Faculdade de Ciências Humanas e Sociais da UFP, 7. Porto, Ed. UFP, pp. 54-63. ISSN 1646-0502. http://hdl.handle.net/10284/2801


Resumo > Um Corvo Nunca Mais é uma investigação criativa na área da ciberliteratura. Polifonia de elementos variados (e variáveis) sujeitos a uma encenação não-linear, no centro do seu palco está um texto combinatório programado com a ferramenta digital Poemário e que usa como ponto de partida a tradução de Fernando Pessoa do poema "The Raven", de Edgar A. Poe. As inúmeras versões virtualmente disponíveis nestes textos-programa habitam um espaço simulado e navegável no qual a leitura pretende ser simultaneamente imersiva e interactiva. Texto, som e imagem, fragmentados e gerados a partir do código que as reconfigura, constituem o mobiliário desse espaço - onde os materiais operáticos viajam e se projectam em dimensões várias. Este artigo tem como objectivo apresentar esse trabalho, não propondo qualquer reflexão teórica, mas antes e apenas tentando tornar inteligível o complexo processo de criação envolvido neste tipo de obras. (...)


Texto >


Ligação permanente > http://bdigital.ufp.pt/bitstream/10284/2801/3/54-63.pdf