In > Entre Centros e Margens. Textos e práticas das novas interculturas, org. Clara Sarmento. Porto,  Centro de Estudos Interculturais / Edições Afrontamento, 2013, pp. 105-124. ISBN: 978-972-36-1325-4.


Resumo > Este artigo, resultante de comunicação de abertura do IV Ciclo de Conferências do Centro de Estudos Interculturais do ISCAP em 22 de Outubro de 2010, tem como objectivo apresentar e contextualizar o trabalho de investigação criativa na área da ciberliteratura que temos vindo a realizar. Estas produções literárias, criadas e programadas para serem lidas em suportes electrónicos, podem ser denominadas de literatura algorítmica, generativa ou virtual. Estas formas de ciberliteratura designam, portanto, textos cuja construção se baseia em procedimentos informáticos: combinatórios, multimediáticos e/ou interactivos. Fazendo uso das potencialidades do computador como máquina criativa que permite o desenvolvimento de estruturas textuais, em estado virtual, actualizando-as até ao infinito, a ciberliteratura utiliza o computador de forma criativa, como manipulador de signos verbais e não apenas como simples armazenador e transmissor de informação.


Texto brevemente disponível