In > Romance Notes, UNC-CH, 2011.


Resumo > A história literária, considerando em particular a produção poética, regista algumas experiências cuja intenção é a de interferir na noção ocidental de livro, com o intuito de promover uma certa libertação dos constrangimentos tradicionalmente impostos pela materialidade da escrita. Neste contexto, o recurso a processos criativos alicerçados em estratégias aleatórias, combinatórias ou permutacionais tem-se revelado uma das formas de perseguir esse objectivo. Os primeiros passos da poesia em computador registam-se no fim dos anos 50 e no princípio dos anos 60 do século XX, num conjunto de países avançados tecnologicamente, nos quais o computador está já presente na indústria, nos centros de pesquisa e nas universidades.


Ligação [acesso condicionado] > http://muse.jhu.edu/login?auth=0&type=summary&url=/journals/romance_notes/v051/51.3.reis.html