Natural de Unhais da Serra, Jorge dos Reis (1971-) estudou tipografia em Inglaterra e música em Lisboa. Frequentou a Escola de Música do Conservatório Nacional e em 1995 foi aluno na Norwich School of Art & Design. É licenciado pela Faculdade de Belas-Artes da Universidade de Lisboa e Mestre em Sociologia da Comunicação pelo ISCTE. Doutorado pela FBAUL, onde é Professor Auxiliar. Foi docente na Escola Superior de Artes Aplicadas do Instituto Politécnico de Castelo Branco, na Escola Superior de Tecnologia e Artes Gráficas do Instituto Politécnico de Tomar e no IADE - Istituto de Artes Visuais, Design e Marketing.


O seu trabalho, depurado e conceptualmente seguro, imprime à tipografia novas expressividades, aproximando as suas obras de cariz promocional (capas de livros e discos, cartazes, etc.) a algumas propostas da poesia visual.


Obras principais > Expôs o seu trabalho no Ar.Co, no Instituto Politécnico de Tomar, no ISCTE, na Biblioteca Nacional, na Escola Superior de Arte e Design das Caldas da Rainha, no Centro Científico e Cultural de Macau e no Royal College of Art, entre outros. É autor de inúmeros cartazes, capas, panfletos. A sua obra publicada em livros inclui: Das Letras que Moram nas Palavras (Biblioteca Nacional de Portugal, 2001); Terra Beirã, Terra Tipografada (Câmara Municipal da Guarda, 2004); Escrevo Risco [com Américo Rodrigues e Carlos Fernandes] (Luzlinar, 2009); O Desenho da Escrita em Portugal (Biblioteca Nacional de Portugal, 2012); Da Epigrafia à Caligrafia, da Tipografia à Poesia – Projectos Tipográficos Recentes (Centro Cultural Raiano, 2013).


[Biografia escrita por Rui Torres]