Natural da Póvoa de Varzim, bruno neiva (1983) é um artista textual e poeta. Autor de Procedimentos de Estilo, binder clip series (zimZalla) e averbaldraftsone&otherstories (Knives Forks and Spoons Press). Co-autor de Servant Drone (Knives Forks and Spoons Press, c/ Paul Hawkins). Tem trabalhos publicados em várias revistas, antologias e arquivos, entre os quais a antologia The Dark Would e o Arquivo Digital da PO.EX.


Publicou livros, livros de artista, chapbooks e e-chapbooks: Procedimentos de Estilo (inclui Variação de tisana 1, de Ana Hatherly, 2016); Servant Drone (2015); dough (2014); michelin, un poisson (capítulo um) (2014); binder clip series (inclui washing-up, 2014 e in cahoots, 2016); 5-pack (2013); averbaldraftsone&otherstories (2013); nuisance series (2012); this is visual poetry by bruno neiva (threshold drafts) (2011); early natttura (2011); polar coordinates and N2OC10H12 (2011); natttura1-7 (2011); sad items (2011). <> Projectos actuais incluem: Laboratório de Práticas Textuais Experimentais: curso de escrita experimental na Faculdade de Letras da Universidade do Porto (2016 -); topoi: colaboração multidisciplinar com a poeta e artista Canadiana Chris Turnbull; (2015 -); The museum of boughs: um museu itinerante em construção dedicado aos ramos, composto de instalações intermedia (2014 -); Servant Drone: colaborações com o poeta inglês Paul Hawkins (2014 -); e umaestruturaassimsempudorreedições: livros de artista, edições efémeras e e-chapbooks produzidos e distribuídos por bruno neiva e bárbara mesquita (2010 -).


As suas exposições incluem PARCELS (2014); é autor das instalações HOMMAGE A GUY (2016) e The museum of boughs (room 1, 2014 e 4 rooms, 2016).


Ligações >