Natural do Porto, Avelino Rocha (1940-) é licenciado pela Escola Superior de Belas-Artes do Porto, tendo realizado o curso de Ciências Pedagógicas da FLUP entre 1970 e 1971. Professor aposentado do Ensino Secundário e professor no Ensino Superior Privado, foi bolseiro da Fundação Calouste Gulbenkian (1957-1962).


Tem trabalhos de pintura, escultura, gravura, cartaz, ilustração, vitral, tapeçaria, cerâmica e poesia visual.


Autor de COM-Figurações (ed. autor, 2012-13), participou nas exposições colectivas de poesia visual: Outras escritas / Novos suportes (Setúbal, 1988); Concreta Experimental Visual - Poesia portuguesa 1959-1989 (Bolonha, Itália, 1989); III Bienal Internacional de Poesia Visual Experimental e Alternativa (Cidade do México, 1990); Antologia da Poesia Visual Portuguesa (Budapeste, Hungria, 2002); XV Mostra Internacional de Poesia Visual - Linguagens visuais na poética internacional (Bento Gonçalves, Brasil, 2010). Expôs no Porto (ESBAP, 1967; Galeria Divulgação, 1968; Galeria Alvarez, 1973; Cooperativa Árvore e Galeria Paisagem); Lisboa (Palácio Foz, 1969 e 1970); Luanda (Palácio do Comércio, 1965); Braga (Museu D. Diogo de Sousa, 1974). Participou em inúmeras exposições colectivas, no Porto, Espinho, Figueira da Foz, Famalicão, Luanda, V. N. Cerveira e Sevilha, entre outras.


Página do autor > http://avelinomrocha77.blogspot.pt/