Natural de Sever do Vouga, Antero de Alda (1961-) estudou Artes Plásticas na Escola Superior de Belas-Artes de Lisboa e formou-se em Pintura pela Faculdade de Belas-Artes da Universidade do Porto. É mestre em Tecnologias pela Universidade do Minho (Braga) e dedica-se à fotografia desde 2005.


É autor de poesia visual e cibernética, publicado em antologias, jornais e revistas da especialidade. Colaborou desde 1981 em diversas publicações antológicas.


Obras principais > Memória de hibakusha e outros poemas. Mais seis memórias regressivas de Francisco Maria Providência (Associação dos Jornalistas e Homens de Letras, 1986), Corresponderá exactamente a cada nível do pensamento uma classe social?: O século "CNA" (Galápagos-Fábrica de Poesia, 1999), A reserva de Mallarmé (2013). Autor das séries de poemas digitais Flashpoemas (2004-), Gifpoemas (2003-), Poemas intermináveis. Videografias do lixo pós-moderno (2012-), Scriptpoemas (2005-) e The Victims of the XXth Century (2007-).


Página do autor > http://www.anterodealda.com