Nascido em Lisboa, André Sier é artista-programador de máquinas nos seus estúdios s373.net/x. Tem formação interdisciplinar em ciências, pintura, escultura, música, sendo licenciado em filosofia. Produz, desde 1997, peças dinâmicas em código, 3D, vídeo, som, electrónica e desenho. Lecciona programação audiovisual desde 2002, sendo actualmente professor assistente convidado em artes digitais na Universidade de Évora.


Das suas várias obras, destaque para as séries struct, 747, Space Race, k., uunniivveerrsseepiantadelmondo, trabalhos imersivos que produzem espaços abstractos, usando dados de microfones e câmaras, ou sintetizando experiências com matemáticas estocásticas, generativas e caóticas. Premiado nos Jovens Criadores (2006) com struct_5' e na XV Bienal de Vila Nova de Cerveira com Interestrelar (2009). A sua obra struct_1 foi adquirida pelo MEIAC em 2006.


Fez inúmeras exposições individuais em várias galerias de Portugal (Quadrum, Lisboa; Vera Cortês, Lisboa); Plataforma Revólver (Lisboa); Appleton Square (Lisboa); Who galeria (Lisboa); Museu de São Roque (Lisboa); CCCTV (Torres Vedras); Espaço do Tempo e Festival Cidade Preocupada (Montemor-o-Novo); Laboratório Galeria (Lisboa); Galeria Municipal Montemor-o-Novo; Hélder Alfaiate Galeria de Arte (Ericeira) e Galeria Luis Serpa Projectos (Lisboa). As suas exposições individuais em outros países incluem as galerias Kapelica (Ljubljana, Eslovénia); e NT (Lodz, Polónia). Participou em exposições colectivas e eventos em Lisboa, Óbidos, Porto, Guimarães, Mérida, Évora, Madrid, Badajoz, New York, Bari e Berlim.


Páginas do autor >