Descrição > Autor: Bruno Ministro | Título: 1_100 [ > | Data: 2016 | Recursos: Animatron, HTML5 |  Poema digital minimal criado com base na apropriação da peça sonora “1,100” de Charles Bernstein (1969), editada posteriormente com o título “1-100” na cassete “Class” (1982).


Ligação >http://hackingthetext.net/1_100/project.html


brunoministro 1 100 2016


Apresentação (extracto em português) >

A interface do poema digital recorre à cor azul do tema standard da última distribuição do sistema operativo Windows 10 (foi usada ferramenta de color picker), procurando construir um caminho poético para a profanação e détournement. Este artefacto poético digital lida com a expectativa do utilizador, por meio da latência, desespero e frustração. Os utilizadores esperam que o poema carregue e, no fim, tudo o que lhes é devolvido é uma mensagem de erro que os informa de que é necessário fazer refresh à página, reiniciando todo o processo de carregamento do poema. Toda a gente sabe que não há nada mais frustrante do que a latência de uma barra de carregamento numa época sem tempo (sendo que nos encontramos constantemente com pressa, partilhando dum sentimento de urgência que nos é imposto). Ainda para mais se o processo de carregamento nunca acaba de todo, reivindicando um loop eterno que insiste numa iterativa formatação da memória. É o tempo na era digital um diferente tipo de tempo?


Apresentações públicas do trabalho >

Patente em “Memory Formatting”, entre abril e maio de 2016, na Vertical Gallery, São Petersburgo (Rússia). Exposição realizada no âmbito do 101 Media Poetry Festival. Curadoria de Daria Petrova. Ligação > http://101english.tumblr.com/

Trabalho publicado em “The New River Journal”, Virginia, Estados Unidos da América, junho de 2016. Ligação > http://www.cddc.vt.edu/journals/newriver/16Spring/index.html


Ver tb >