Salette Tavares: Poesia Espacial | 17 de outubro 2014 a 25 janeiro 2015 | Galeria de Exposições Temporárias

Curadoria: Margarida Brito Alves e Patrícia Rosas

Inauguração: 16 de outubro

Mais informações > http://www.gulbenkian.pt/Institucional/pt/Agenda/Exposicoes/Exposicao?a=4925


Ver página com imagens desta exposição na secção de Exposições Individuais do Arquivo Digital da PO.EX - Salette Tavares: Poesia Espacial


Com formação em Filosofia/Estética, Salette Tavares (1922-1994) foi uma artista portuguesa que começou por se destacar na década de 1960, no contexto da Poesia Experimental.

Informada por uma continuada reflexão teórica, a sua obra cruzou a produção literária e a prática artística, configurando-se como um território duplamente contaminado que se estendeu à poesia visual, à espacialização dessa poesia através de uma exploração tridimensional, e à produção de objetos.

A exposição na Galeria de Exposições Temporárias do CAM pretende definir uma perspetiva sobre o percurso desta artista, apresentando os diferentes desdobramentos da sua obra. Nesse sentido, serão reunidos trabalhos – alguns deles inéditos – desenvolvidos em múltiplos domínios, considerando-se ainda a possibilidade da exposição integrar peças que entretanto foram danificadas, e que serão propositadamente reconstruídas.


Imagens disponibilizadas pelo CAM para divulgação da exposição >

Descrição dos conteúdos >

  • Peixe, 1949/55 [Jarra de cerâmica; Alt. 45 cm Ø 16,5 cm; “De enorme a rede não prende a luz do dia” Verso do poema "Epitalámio”, do livro Quadrada, Moraes Soares. Col. Guilhermina Tavares Aranda Bento - Fotografia de Paulo Costa]
  • Aranhão, 1978 [Serigrafia sobre papel; Edição  18/100; 70,2 x 61,3 cm; Assinado e datado, canto inferior direito"Salette Tavares 78"; Col. Espólio Salette Tavares - Fotografia de Paulo Costa]
  • Supermarket, 1978 [Acrílico transparente e três ratoeiras de madeira e arame; 27,3 x 18,3 x 9,5 cm; Col. Espólio Salette Tavares - Fotografia de Paulo Costa]
  • Réplica da obra BAILIA, 1979-2014 [Cobre metalizado cromado; Dimensões variáveis; Inv. 14E1754; Col. CAM - Fundação Calouste Gulbenkian - Fotografia de Paulo Costa]

V(l)er tb >