Inauguração da Exposição "ET SIC IN INFINITUM: uma instalação intermedial e transliterária", a decorrer no próximo dia 21 de Outubro, pelas 18:30, no Espaço Criativo José Joaquim dos Santos, em Óbidos. A inauguração contará com apresentação de Manuel Portela (Director do Programa de Doutoramento em Materialidades da Literatura) seguida de performance poética "De Zero a", por Nádia Yracema e Tiago Schwäbl.


Incluída na programação do Festival FOLIO 2017 (tema: "REVOLUÇÕES"), a realizar-se em Óbidos entre os dias 19 e 29 de Outubro, esta exposição resulta de uma parceria entre o colectivo wreading-digits, o Programa de Doutoramento em Materialidades da Literatura (Universidade de Coimbra) e a Sociedade Portuguesa de Matemática.

et-sic-in-infinitum


Sinopse >

Circularidade. Tropo recorrente no momento de enunciar de modo literário um complexo paradoxo entre tempo e intemporalidade. De Aristóteles a Beckett, de Dante a Joyce, são (in)contáveis os movimentos circulares que se auto-reflectem nos mecanismos formais, temáticos e retóricos dos objectos artísticos em si mesmos, por exemplo, na representação da ideia de infinitude num espaço finito.

ET SIC IN INFINITUM é uma demonstração empírica desses mesmos percursos “revolucionários”, que se estendem entre o analógico e o digital, sejam estes o espaço delimitado da página ou códice, o comportamento rizomático do espaço em rede, ou a instalação contida no espaço de uma galeria. Numa sequência de movimentos dialécticos que não se anulam entre si, mas antes se complementam, surgem tensões entre textos, meios e artefactos, cujos processos estéticos e poéticos constituem uma engrenagem em movimento constante: a literatura. De círculo em círculo, na entropia espiralar que atesta o movimento do ser e do mundo, sob forma de máquinas literárias e mecanismos labirínticos, tais exercícios de contra-geometria acabam por expor também o momento crucial atravessado pela literatura, hoje imersa num aceso debate sobre os seus princípios e fins, intensificados no seu vórtice por práticas e mediações em torno da digitalidade.


Inauguração >

Apresentação a cargo de Manuel Portela, director do Programa de Doutoramento em Materialidades da Literatura (Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra).

De Zero a >

Performance poética criada e interpretada por Nádia Yracema e Tiago Schwäbl.De Zero a marca a primeira colaboração do duo -N|T- numa tentativa de criar um diálogo em que os números sejam palavra, acção e som. Para tal, servem-se das suas biografias datadas, acrescentando ainda os valores contabilísticos de uma vivência quotidiana na metrópole à corrida irreversível e frenética dos números que nos rodeiam e interferem diariamente nos nossos movimentos.

Visitas Guiadas >

As visitas guiadas são conduzidas pelos autores e devem ser marcadas para um grupo mínimo de 8 pessoas.


wreading-digits
Colectivo artístico composto por três artistas portugueses de diferentes áreas do conhecimento, incluindo estudos literários, computação gráfica/web design, videoarte e performance poética. Desde a sua formação em 2015, wreading-digits tem concentrado grande parte do seu processo criativo na exploração de paradoxos relacionados com a(s) linguagens(s) e comunicação. Alguns dos seus trabalhos estiveram presentes em vários festivais internacionais de arte, incluindo PLUNC 2015 (Lisboa, Portugal), FILE 2017 (São Paulo, Brasil), e ELO 2017 (Porto, Portugal). Wreading-digits colabora frequentemente com vários artistas das áreas da poesia sonora, fotografia, vídeo, entre outras. http://wreading-digits.com/