[Informação partilhada através do sítio web do Programa de Doutoramento «Estudos Avançados em Materialidades da Literatura», Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra / Centro de Literatura Portuguesa: https://matlit.wordpress.com/2015/04/16/estudos-literarios-digitais-programa-final/ ].


O programa final do colóquio internacional «Estudos Literários Digitais», organizado pelo Programa de Doutoramento em Materialidades da Literatura, acaba de ser publicado. Este colóquio decorrerá a 14 e 15 de maio de 2015, e é o primeiro colóquio especificamente sobre esta temática que se realiza em Portugal.


 

https://matlit.files.wordpress.com/2015/04/bannercoloquio_2-novoazul.jpg?w=600&h=86

«Estudos Literários Digitais» é um colóquio internacional que se propõe debater métodos, ferramentas, objetos e práticas digitais no campo dos estudos literários. A digitalização dos artefactos e práticas literárias, a adoção de métodos computacionais para agregação, edição e análise textual, assim como o desenvolvimento de formas colaborativas de investigação e ensino através de redes e plataformas de comunicação constituem três dimensões da relocalização da literatura e dos estudos literários no meio digital. O objetivo deste colóquio é contribuir para o mapeamento das práticas materiais e processos interpretativos dos estudos literários numa ecologia medial em transformação.

Fazem parte do programa 46 comunicações organizadas em 18 sessões, com os temas “escrita”, “análise”, “modelação”, “filologia” e “ensino”. Inclui 5 conferências plenárias, que serão proferidas por Matthew G. Kirschenbaum (University of Maryland), Susan Schreibman (National University of Ireland, Maynooth), Paulo Franchetti (Unicamp – Universidade Estadual de Campinas), Florian Cramer (Creating 010, Rotterdam University of Applied Sciences) e Johanna Drucker (University of California, LA). Ao todo estarão representados 14 países e 42 instituições. Além da componente académica, a programação integra ainda a exposição de literatura eletrónica «Language and the Interface», com uma seleção de obras de 25 artistas digitais, com a curadoria de Daniela Côrtes Maduro, Ana Marques da Silva e Diogo Marques.

Trata-se de uma das realizações mais significativas do Programa e contribuirá para o reconhecimento internacional do trabalho que estamos a desenvolver desde 2010. As inscrições estarão abertas até 8 de maio.