Nota > Informação enviada por Omar Khouri e disponível no site das Belas Artes da U. de Lisboa > http://www.belasartes.ulisboa.pt/amostragem-da-poesia-brasileira-da-era-pos-verso-ver-ouvir-pensar-lisboa-2015/


 

convite-1


Catálogo em pdf > http://www.belasartes.ulisboa.pt/wp-content/uploads/2015/11/folheto.pdf


Texto de Omar Khouri [Lisboa 2015] > "Há uma poesia desenvolvida no Brasil, a partir da 1ª metade dos anos 1970, herdeira da Poesia Concreta, e que assume algumas características peculiares, como a do trânsito em vários media, sem perda de informação estética. Já foi chamada de Poesia Intersemiótica, em seus inícios, mas acabou por ser denominada Poesia Visual, denominação esta de trânsito internacional. Em relação às suas afinidades com a Poesia Concreta, pode-se dizer que se observou uma radicalização de propostas, como a do uso da cor e a do encaminhamento para o não-verbal, de facto, chegando, em alguns casos, a prescindir de palavras. Essa poesia, que ora apresentamos nesta pequena mostra, pertence à vertente impressa desse afazer, e teve como centro de irradiação a cidade de São Paulo. Poesia da Era Pós-Verso, com suas incursões interdisciplinares."


Poetas participantes > Aldo Fortes, André Vallias, Arnaldo Antunes, Carlos Valero, Erthos Albino de Souza, Gastão Debreix, Gil Jorge, João Bandeira, Júlio Mendonça, Julio Plaza, Lenora de Barros, Luiz Antônio de Figueiredo, Omar Khouri, Paulo Miranda, Peter de Brito, Renato Ghiotto, Sonia Fontanezi, Tadeu Jungle, Villari Herrmann, Walter Silveira, Zéluiz Valero.