CALL FOR PAPERS :: CIBERTEXTUALIDADES #7 (2015)


Número temático dedicado a António Aragão


Introdução >

Natural da Madeira, António Aragão (1921-2008) estudou Ciências Históricas e Filosóficas, Biblioteconomia e Arquivismo, Etnografia e Museologia, e Restauro de obras de arte. Foi director do Arquivo Distrital do Funchal, tendo publicado diversas obras sobre história, urbanismo e etnografia do Arquipélago da Madeira. A sua produção artística e literária inclui pintura, poesia, ficção e teatro.

Recorrendo à colagem e à montagem como dispositivos de estranhamento linguístico e de semiose intermédia, as obras de António Aragão intervêm materialmente nos discursos e nas inscrições de que se apropriam. Uma parte do seu trabalho visual, pioneiro na exploração das potencialidades expressivas da electrografia, caracteriza-se pela utilização de efeitos de homogeneização de textura e de distorção e repetição de imagem permitidos pela fotocopiadora. A ruptura semântica dos signos, obtida através da aglutinação de palavras e partes de palavras, tem assim uma contrapartida na própria ruptura da figuração da imagem, desfigurando deliberadamente os nexos verbais e visuais da representação. Sem dessemantizar completamente imagem e palavra, António Aragão consegue um poderoso estranhamento que coloca o espectador perante absurdas combinações de textos e imagens de um mundo sobrecarregado das mais variadas mensagens, de que são exemplo as várias electrografias que realizou.

António Aragão realizou diversas exposições de pintura e poesia visual, tendo participado também no movimento internacional de mail-art. Pioneiro da poesia experimental em Portugal, foi um dos organizadores dos dois números da revista Poesia Experimental (1964, 1966). A obra do autor está disponível em http://po-ex.net/antonioaragao

A riqueza e variedade da sua obra é fundamental para compreender e enquadrar o experimentalismo literário, levantando ainda questões relevantes acerca da apropriação e compreensão das novas tecnologias. Ao esforço de estudo configurado no número 28 da Revista Margem 2, que prestou homenagem a António Aragão (Maio de 2011, Edição da Câmara Municipal do Funchal - Departamento de Cultura da C.M.F., organização de Nelson Veríssimo), também a revista Cibertextualidades pretende dar continuidade a esse trabalho de estudo e disseminação da obra do autor.

No número 7 da Revista Cibertextualidades, previsto para 2015, publicaremos textos sob a forma de ensaio ou artigos científicos acerca dos diversos contributos de António Aragão: a obra visual e plástica; a narrativa; a electrografia; a poesia visual e a poesia concreta.

Também serão aceites depoimentos de amigos e/ou colaboradores de António Aragão, já que pretendemos igualmente organizar e publicar um conjunto de testemunhos.


Normas para publicação de trabalhos >

Este “call for papers” está aberto a todos os interessados.

Os editores dos números temáticos podem endereçar convites a especialistas da área em questão.

Todos os trabalhos são avaliados por uma comissão editorial da Revista, podendo em certos casos ser essa avaliação feita apenas pelo organizador do número temático.

Os artigos devem ser originais e são da total responsabilidade dos autores.

Podem ser redigidos em português, inglês, francês ou espanhol.

Não devem exceder as 15 páginas A4.

Serão encabeçados pelo título, nome do autor, instituição e contacto electrónico.

Devem conter um resumo em português e inglês, com cerca de 80 palavras cada.


Data de entrega de trabalhos >

30 de Setembro de 2014 (Pode usar o formulário de contacto aqui disponível para contactar o organizar)


CITAÇÕES

As fontes originais deverão ser referenciadas no corpo de texto através do Sistema "Harvard" (ou autor-data).

Veja mais sobre o sistema de Harvard aqui:


FORMATO DOS TEXTOS

O texto deverá ser escrito em processador de texto Microsoft-Word, OpenOffice ou equivalente.

A página terá que ter as margens a 2,5 cm (esquerda e direita) e 3 cm (cima e baixo).

O corpo do texto deverá ser formatado em Times New Roman, tamanho 12, espaçamento entre linhas de 1,5.

Os títulos e subtítulos terão de ser devidamente identificados (1.; 1.1.; 1.1.1). - Formatado em Times New Roman, tamanho 14, BOLD, espaçamento entre linhas de 1,5.

Em caso de utilização de caracteres ou símbolos especiais, o autor deverá entregar o tipo de letra (fonte) em formato digital.

NÃO utilizar formatações especiais como:

  • estilos (headings, hyperlinks, etc.)
  • texto em colunas
  • cabeçalhos de páginas (headers)
  • diferentes tipos de letra
  • sublinhados
  • hifenização automática
  • numeração automática de capítulos, secções ou parágrafos.

FORMATO DAS ILUSTRAÇÕES (IMAGENS, GRÁFICOS, QUADROS, ETC.)

As ilustrações (imagens, gráficos e quadros, etc.) devem ser gravadas em documentos separados, devidamente identificados. No documento do texto deverá constar a indicação do local a inserir a imagem, antes da respectiva legenda;

A numeração e os títulos das ilustrações devem estar inseridos no corpo do texto,  e nunca integrados nas próprias ilustrações;

As figuras deverão ser enviadas em formato TIFF ou JPEG, com resolução adequada;

Os gráficos, quando criados em Excel deverão ser enviados no documento original (Excel);

Os quadros construídos com tabelas deverão utilizar apenas um traço simples a separar linhas e colunas, dado que serão formatados de acordo com o grafismo das Edições da UFP.


Informações sobre a Revista Cibertextualidades

A Revista Cibertextualidades (http://cibertextualidades.ufp.edu.pt/) é uma publicação anual da Universidade Fernando Pessoa.

Director: Rui Torres | Director-adjunto: Pedro Reis

Conselho de Redacção: Jorge Luiz Antonio (Investigador Independente), Sérgio Bairon (Universidade de São Paulo, Brasil), Pedro Barbosa (Investigador Independente, Professor Aposentado, Escola Superior de Música e Artes do Espectáculo, Portugal), Luis Carlos Petry (Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, Brasil), Manuel Portela (Universidade de Coimbra, Portugal), Pedro Reis (Universidade Fernando Pessoa, Porto), Fátima Silva (Universidade Fernando Pessoa, Porto), Rui Torres (Universidade Fernando Pessoa, Porto)

Comissão de Honra: Maria Augusta Babo (Universidade Nova de Lisboa, Portugal), Jean-Pierre Balpe (Université de Paris VIII, França), Jay David Bolter (Georgia Tech, Atlanta, E.U.A.), Phillipe Bootz (Université de Paris VIII, França), Claus Clüver (Indiana University, Bloomington, E.U.A.), José Augusto Mourão (Universidade Nova de Lisboa, in memoriam), Winfried Nöth (Universität Kassel, Alemanha), Manuel Portela (Universidade de Coimbra, Portugal), Lúcia Santaella (PUC-São Paulo, Brasil), Alckmar Luiz dos Santos (Universidade Federal de Santa Catarina, Brasil), Alain Vuillemin (Université d’Artois, França).

Editora: edições UNIVERSIDADE FERNANDO PESSOA | Praça 9 de Abril, 349 | 4249-004 Porto

Design e Impressão: Oficina Gráfica da UFP

Acabamentos: Gráficos Reunidos

Depósito Legal: 241 161/06; ISSN: 1646-4435